Peptídeo C, o que é isso?

Peptídeo C, o que é isso?

Aquando do diagnóstico inicial de diabetes algumas das pessoas realizam o exame do peptídeo C.

Mas afinal o que é isso?

O peptídio C é uma subtância (uma cadeia curta de aminoácidos) produzida quando a pró-insulina, uma molécula inativa, se divide para formar duas moléculas. Uma é o peptídeo C e a outra é a insulina. O peptídio C é produzido na mesma velocidade que a insulina, o que o torna um marcador útil da produção de insulina.

O peptídio C pode ser usado para avaliar a produção de insulina pelo corpo, diferenciando-a da insulina injetada como medicamento, que não gera peptídio C.

O peptídeo C tem utilidade na prática clínica no paciente diagnosticado com diabetes tipo 1, porque ajudar a identificar pacientes que na verdade apresentam diabetes tipo 2 ou uma forma monogênica de diabetes.

Esta “mudança” no diagnóstico pode levar a importantes alterações no tratamento destes pacientes, o que pode influenciar os desfechos clínicos do próprio diabetes.

Um estudo recente, liderado pelo Dr. Mark Strachan e realizado no Western General Hospital, no Reino Unido, dosou o peptídeo C de pacientes que tinham diagnóstico prévio de diabetes tipo 1 por cerca de três anos e demonstrou que o diagnóstico de diabetes tipo 1 estava errado em alguns deles.

De acordo com o Dr. Mark, o peptídeo C não é tão útil no momento do diagnóstico do diabetes tipo 1, porque a secreção de insulina endógena residual pelas células beta pancreáticas nos pacientes com diabetes tipo 1 pode permanecer por algum tempo

No início do diagnóstico de diabetes tipo 1 os autoanticorpos são mais úteis, uma vez que a maioria destes estarão positivos associados ao quadro clínico típico da doença. Com o passar dos anos e a evolução da doença, espera-se uma redução substancial ou quase total da atividade das células beta pancreáticas.

Para o Dr. Mark, se níveis razoáveis de peptídeo C forem detectados alguns anos após o diagnóstico, estes pacientes não apresentam diabetes tipo 1, e sim diabetes tipo 2 ou outra forma de diabetes, que pode ser monogênica ou genética.

Fontes:

  1. Qual é o valor do peptídeo C no diagnóstico e no controle do diabetes? – Medscape – 28 de agosto de 2019.
  2. https://labtestsonline.org.br/