Hemoglobina Glicada

Em termos gerais:
hemoglobina A1c ou simplesmente HbA1c, é um exame de sangue muito utilizado para o acompanhamento dos pacientes diabéticos, por ser ele uma forma eficaz de avaliar os níveis médios da glicose sanguínea nos últimos 2 ou 3 meses.

A dosagem regular da hemoglobina glicada ajuda-nos a saber se o tratamento do diabetes está sendo eficaz para controlar a glicemia.

O que é? 
(Fonte: https://www.mdsaude.com/2016/07/hemoglobina-glicada.html )

A hemoglobina é uma proteína presente nas nossas hemácias (glóbulos vermelhos), que é a célula responsável pelo transporte de oxigênio pela circulação sanguínea.

Nos pacientes com diabetes, principalmente naqueles mal controlados que apresentam glicemia persistentemente elevada, o excesso de glicose acaba por facilitar a ocorrência de um processo chamado glicação da hemoglobina, que nada mais é do que a ligação das moléculas de glicose à hemoglobina circulante, formando um complexo que é chamado de hemoglobina glicada.

A hemoglobina tem uma vida média de 3 meses. Após esse tempo, ela é destruída junto com as hemácias no baço, um órgão localizado na região superior do abdômen esquerdo. Como o processo de glicação da hemoglobina é irreversível, isso significa que uma vez glicada, a hemoglobina assim permanecerá até ser destruída.

Quanto mais elevada for a glicemia, maior será a formação de hemoglobina glicada. Portanto, pacientes com diabetes descontrolado têm hemoglobina A1c elevada, enquanto pacientes com diabetes bem controlado têm valores de hemoglobina A1c dentro da faixa considerada adequada. Sendo assim, os níveis de hemoglobina glicada nos ajudam, de forma indireta, a identificar o quão eficaz tem sido o tratamento e como tem andado a glicemia do paciente nos últimos 2 ou 3 meses.

O teste da HbA1c conta o número de células vermelhas do sangue que estão glicadas, ou seja, ligadas a uma molécula de glicose. Se um paciente tem uma hemoglobina glicada de 7%, por exemplo, isso significa que 7 de cada 100 células vermelhas do seu sangue estão glicadas. Em indivíduos não diabéticos, o valor da hemoglobina A1c costuma ser menor que 5,6%. Em pacientes com diabetes descontrolado, a HbA1c pode chegar a valores acima de 12%.