Vamos jantar a casa de amigos, levo comida

Vamos jantar a casa de amigos, levo comida

Nos diagnósticos mais recentes o medo de ir jantar a casa de amigos, ou fora é imenso.
O não saber o que se vai comer, o que se pode comer (?), quantos hidratos de carbono são, as crianças a petiscar tudo,…
Aiiiiii.
E agora?!

Primeira ideia que se tem: LEVAR COMIDA PARA ELE/ELA.

Errado.
Assim estarão a torná-la numa criança diferente.
Um dia não são dias.
Claro que deve ser educado(a) em relação ao que é saudável e não é, mas também deve ter a capacidade de saber que um dia fora do normal existe, mas que no dia seguinte deve ter a força de voltar ao normal que será o mais saudável.
Isto supondo que os amigos não fazem uma alimentação saudável. 😁
Outra coisa que se deve evitar é falar muito na alimentação saudável que a diabetes deve ter.
Se for para falar em alimentação, então que seja em ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL (retire-se a parte “que a diabetes deve ter”).

Grande parte das pessoas qua do ouve que não devemos comer fritos, refrigerantes, doces,… (sabem de que falamos ) dizem logo :”Ai coitado(a)”
Às vezes mais vale não insistir, nem sempre “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

É um dia diferente, é perceber como controlar.
Analisar no dia seguinte o que possa falhar, se falhou algo.
E saber corrigir o que se possa errar.
Apontar o que acontece é muito importante para se avaliar, registar bem o que aconteceu, de forma a que algum tempo depois se perceba e se possa corrigir.

Foto por Chelsie Craig